sexta-feira, 5 de setembro de 2008

Um laço inquebrável.


Nossa vida nesse terceiro planeta depois do sol é curta (clichê), então devemos nos ater em coisas que verdadeiramente nos tragam felicidade, algo verdadeiramente importante, um destes fatores de real importância são nossos amigos, essa pessoinhas que ás vezes odiamos, mas, sabemos que morreríamos por elas.

Acredito piamente no brocardo “os amigos são a família que a gente escolhe”, esta frase é verdadeira em todas suas nuances ou significados ocultos, escolhemos nossos amigos não por critérios lógicos ,pois, estes são frios e pouco eficientes e na maioria das vezes amigos escolhidos por meio destes critérios nos decepcionam já que a vida não é lógica e sim contraditória e insensata e por isso interessante.

Os amigos são pessoas que sempre estão e estarão ali caso sua presença seja indispensável, em momentos tristes ou felizes, de farra (muita farra) ou de fossa, são pessoas com quem passamos tantas coisas que as dificuldades dos percalços da vida criaram laços uma espécie de “irmandade”.

Amigos são aqueles que na faculdade estudaram para fisiologia animal I e II genética I e II uns na casa dos outros virando noites á base de coca-cola+guaraná+café, e que dormiram 20 minutos antes de sair pra faculdade naquele quarto apertado, que viajaram este Brasil de deus em nome da “zootecnia” e parando no caminho dos congressos para testar tudo que é produto que contivesse algum teor etílico (se lembram do absinto??), são aqueles que já chamam a mãe um dos outros de “tia” e que chegam uns nas casa dos outros e já tem aquele lugar na mesa para comer aquela comida famosíssima da vovó, que carregaram alguém (naty a tocha olímpica) muito bêbado por alguns kilômetros após o forró e ainda tiveram forças de “furar” uma festa de uma empresa pública (cosampa) jurando que eram filhos dos dono, que fizeram baderna na piscina do condomínio de madrugada, que sabem como anda o humor apenas pela roupa que estão usando, que sabem o que o outro está passando só pelo olhar.

Enfim estes são amigos, meus amigos.... chatos,arrogantes, bêbados convictos e inveterados mas meus amigos....

OBS: AMIGOS ZOOTECNIA-UFRA 2005 PARA SEMPRE “LOS MEXICANOS”.

6 comentários:

Leonardo disse...

Muito bom o texto...

Abraços!

Absolutamente Porranenhuma! disse...

O engraçado é quando você odeio os valores de um desconhecido qualquer e o odeia também, mas daí vc vê seu amigo com os mesmos valores que você odeia e você não consegue odiá-lo, porque é seu amigo e você ama seu amigo, consegue relevar essas coisas.

Eu amo os meus, mesmo a gente não concordando em absolutamente nada, só na linguagem da cana.

Bjs,
P.s.: nao vou pra aula bestar que nem fiz a semana inteira.

Erich disse...

Amizade é reqalmente algo para levar a 7 chaves pois só o verdadeiro amigo vai te dar ombro quando precisas e vai puxar a sua orelha qdo merecer

Endira disse...

ei melk, ja tenho orkut novamente :)

http://www.orkut.com.br/Profile.aspx?uid=17105757108766827872

By: endira

Djenane disse...

muito legal esse texto.
agora fala sério,essa foto do texto ta igual á eu,vc e o Anselmo.
vc só não lembrou disso quando sitou esse texto,mas eu te amo mesmo assim amigo.bjs

Djenane disse...

depois de tanta insistência!rsrsr
bjs amigo.
fica com Deus!