sexta-feira, 9 de janeiro de 2009

O quarto.que noite!

E mais uma vez Jane acorda e não tem a mínima idéia de que como chegou naquele quarto (queira deus que seja um quarto) e muito menos lembrava quem era o garoto dormindo ao seu lado, ao levantar sentiu náuseas e não agüentou, vomitou ali mesmo no tapete.

Apenas lembrava que saiu da festa umas 4 da manhã (puta merda!), a dor de cabeça lhe atormentava e as náuseas se faziam presentes, sabia que tinha bebido muito, e por conseqüência a amnésia alcoólica, olhou pela janela e não conseguiu distinguir em que bairro estava e para completar não viu seu carro.

Olhou mas uma vez para cama e tentou lembrar-se do que tinha ocorrido depois que saiu das boate, mas sabia que era inútil, aquela parte da sua vida não voltaria espontâneamente à sua memória, ou lhe contavam o que ocorreu ou nunca saberia, a dor de cabeça aumentou e agravou as náuseas, correu ao banheiro, primeiro para vomitar depois para procurar algo para aplacar a dor de cabeça.

Saiu do banheiro direto para o telefone, ligou para a mãe para ela lhe buscar, mas, não sabia onde estava, ai meu deus! Tentou acordar o cara da cama, semi acordado e irritado ele deu o endereço de onde Jane estava, e era muito longe de casa, ligou novamente para a mãe lhe dando o endereço, mas sem lhe contar os pormenores.

A mãe demorou cerca de meia hora para chegar, tempo suficiente para ela se vestir, e pensar em uma boa desculpa para não estar com seu carro, e explicar de quem era a casa que estava.

Mas ela jurou pela milésima vez, que o resultado daquela noite nunca se repetira, ela nunca mais acordará em um quarto que ela não sabe onde fica!!!

Dessa vez enfim ela tomou esta decisão fatídica, vou comprar um GPS.


obs: isso nao é autobiográfico!!uahuahua

7 comentários:

Laís Risuenho disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
vivoverde disse...

Hummmm isso já ocorreu comigo hahahaha

mas ainda bem que eu n tinha um CARRRRO ahhahaha

menos mal..

ha sim tb n tinha minha mãe p me buscara.. fui de bus para casa mesmo... as vezes morar só compensa nestas horas hihihi

uma desculpa a menos ...

mas que aflisão auijaijaiaja

abraços

Laís Risuenho disse...

aaah... ainda bem q isso nunca aconteceu cmg!!! deve ser a sensação mais estranha do mundo!! huahuahauha..

+ o lance do GPS é legal!! eu gostei da ideia...

Thaís A :) disse...

HAHAHA, O começo me lembrou um livro que eu li, Férias da Marian Keyes. Muito bom :)

HAHA, adorei o final, muito engraçado :)

Lorena disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Suzana Santos disse...

rsrs
acontece com algumas pessoas! rs




Se puder passa no meu blog:

http://paginadacomedia.blogspot.com/

Absolutamente Porranenhuma! disse...

HAHAHAHAHAHAHA

o toque de humor no final dos textos está muito bom.

Mas a dica nem precisa ser um a compra de um GPS, a dica é:

beba sempre ao lado de quem ama você.